terça-feira, 4 de novembro de 2008

Mente Confusa


Não quero aqui relatar todas as tristezas e preocupações que me afligem nesse momento da minha vida. Sei, que ninguém tá nem pra isso. Nesse mundo egoísta, todos têm problemas suficientes para ficar se preocupando com problemas alheios.

Gostaria de ter encontrar a fórmula para esquecer tudo que me aflige, ou gostaria pelo menos de crer mais no futuro. Mas, o que posso fazer? Se mais uma vez eu vejo o presente repetir o passado.

Eu mudei, mas tudo continua igual. Então o problema não é comigo? Ou é? Será que não encontarei a dosagem certa de amar. Estarei sempre errando?

Gostaria de me entender, mas não consigo, não sei o que eu quero, não sei o que faço pra ter o que eu quero. Acho que já perdi demais, já cedi demais, já pensei muito nos outros e esqueci de mim. Deixei a razão falar sempre, não está na hora de ouvir o coração?

Até onde posso ir,sem parecer rídicula? Até onde meu coração é mais forte que a razão? Até onde desistirei de algo que quero, por ser frágil e não ter coragem de dizer o que sinto.

Cansei de conselhos insensatos, baseados em estatísticas, achismos alheios, conselhos racionais.
É preciso lutar pelo que se quer, principalmente se tratando de amor. È preciso correr e não deixar quem você quer ir embora de sua vida. Ele pode ir e não voltar mais. E, aí eu já sei o choro, a lamentação, o arrependimento do que não fez machuca muito mais do que todas as tentativas, mesmo que frustradas.


Senhor, não deixe esse amor ir embora de minha vida

E se for, me dê forças para trazer de volta.



3 comentários:

Leandro de Souza disse...

TRISTE E CONFUSO

http://eunodivan.blogspot.com/

CIA disse...

ain...triste e lindo!!
^^

http://blog-do-vandeco.blogspot.com/

Homenzinho de Barba Mal feita disse...

É a lamuria poética...



http://hdebarbamalfeita.blogspot.com/