quinta-feira, 24 de julho de 2008

Nossos olhares

Quando estamos a uma certa proximidade.
Teus olhos me procuram discretamente
Me mira para depois se esconder
Me contempla para depois se desviar

Quando os meus olhos vêem os teus
Mesmo que discretamente
Se esconde para depois te mirar
Se desvia para depois te contemplar

Nossos olhares não se cruzam mais
Por que se não mais tão juntos
Não se aceitam mais tão distantes
E no momento que teus olhos me ver
Os meus se escondem
Pela dor de não mais te ter

Mas, em algum momento o meu e o teu olhar
Mesmo que discretamente
Acaba por se encontrar
Para novamente se perder.

8 comentários:

Maiara Maria disse...

Eu me confundi um pouco ao ler o poeminha; mesmo assim, não posso deixar de confessar que ele está bem bom.

Sandro S. dos Santos disse...

Gosto mundo de poemas que tem como tema o olhar, e o seu é bem legal. O olhar diz tudo. A proposito, bonitos olhos!!!!!!

Abraço!!

Mariana disse...

Eu sou fascinada pelos olhares. Qualquer tipo.

Olho e sorriso são minhas quedas...

beijos

Márcio Daniel Ramos disse...

o poema é bom.
porem prefiro o lhar direto ao olhar escondido. admiro o olhar nos olhos com firmesa e sem timidês. eu sempre porcura olhar assim.

greatdj disse...

O jogo de olhares é sempre excitante.
E vc conseguiu deixar o poema assim
Parabéns

Nany Mckenzie disse...

Achei muito bonito seu poema, o olhar revela quem a pessoa é,o olhar diz mais do que mil palavras não é mesmo!?

Beijos.

xoxo ;*

Rosinha disse...

O olhar diz tudo mesmo...
Mto bom seu poema!

Passa la no meu http://rosarenan.blogspot.com/

bjs

tiss disse...

olha adorei o poema, andei lendo alguns dos seus textos e você escreve bem ^^ , e realmente como já falaram, o olhar as vezes vale mais do que palavras, e na maioria das vezes é assim ;D
*;