quinta-feira, 17 de julho de 2008

De que adianta

Do que adianta pensar em ti
Se já não me basta viver
Na espera de algo que já teve fim

De que adianta gritar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar

Do que adianta chorar
Quando sei que não importa o tamanho da dor
Você nem vai notar

De que adianta escrever
Quando sei que essa tua indiferença
Não te deixará ler...

8 comentários:

Gabriela disse...

Linda poesia!!!
Adorei...

Abraço.

Guilherme Freitas disse...

por isso estou solteiro

Jhony disse...

Muito bela a poesia!

xD

http://jhonyfreitas.wordpress.com

Fernando Gomes disse...

É triste quando as pessoas não se importam com a gente. O tratamento que me dão é o mesmo que eu devolvo.. as vezes é difícil, mas muitas vezes é o mais certo a ser feito.

camila disse...

Se não me engano, também está passando por uma fase não muito boa né...
=/
Vivamos um dia após o outro!
beijos

Juliano "Cappadocio" disse...

Ler esse poema a essa hora, e na atual situação em que me encontro...

Mas não acredito em destino.

Duda Duarte disse...

Caramba...adorei aquiii !!
Quanto ao seu úktimo post: Acho q todos nós já passamos por isso né? Já tivemos tal sentimento em algum momento!
O bom é pensar q TUDO passa!
Adoreiii!!
beijoos!
(passa no meu se der)

dani cabrera disse...

Me lembrou "O que me importa" de Marisa...


Beijos.