sexta-feira, 6 de junho de 2008

Indiferença


Pra onde vão minhas palavras?
Se já não me escutas.

Se gritar - não me ouvirás
Se chorar - não me consolarás

Essa tua indiferença
Até minhas palavras, dispensa

Minhas palavras traduzem meus sentimentos
Mas hoje elas deram lugar as minhas lágrimas

Procurei do meu jeito simples te trazer de volta
Mas isso foi inútil, como tudo que fiz

Não quero mais que esse sentimento cresça
Nao posso lutar com a tua indiferença

Hoje o silêncio corre na última veia da esperança
Minha voz se cala
Porque a tua indiferença fala.
Mas nesse mundo tão inconseqüente
Espero pelo dia que a essa tua indiferença
Serei indiferente

6 comentários:

Lanterna Verde disse...

a indiferença é a pior das torturas!

"Minha voz se cala
Porque a tua indiferença fala."

adorei essa parte...

http://asseteartes.blogspot.com/

vlw

Alcione Torres disse...

Muito bonito...
Parabéns!

http://sarapateldecoruja.blogspot.com/

O cara disse...

Caramba, este texto parece um que escrevi a algum tempo quando fui descartado por alguém amei demais. Acho que a indiferença pior do quê qualquer sentimento, afinal, significa que a pessoa a qual damos valor pouco se importa conosco. Ela está associada ao pior dos sentimentos: a decepção. E só quando tratamos a decepção que a indiferença para de incomodar e finalmente conseguimos algo que será muito bom para seguir a diante: ser indiferente.

Beijos mocinha, passe no meu blog se quiser!

Jeremias disse...

Lindos versos. Parabéns.

Abraços
Jeremias
http://pleorama.com/

Marcelo disse...

A indiferença é um dos atos mais fortes de rejeição porque é o não reconhecimento da existência do outro.
Bonito texto.

Leonardo luiz lino disse...

lindo..
Como já dizia fernando pessoa q a indiferença é o contrário do amor..
retribua a visita
http://topop.net78.net/
bju