quinta-feira, 22 de maio de 2008

O fim




Hoje resta apenas fragmentos na memória de uma história de amor

Hoje resta apenas fotografias de uma época de alegria

Hoje estamos distantes demais

Perdidos em diferentes cais.

Hoje ainda resta em mim a chama do amor

Uma luz antiga que não se apagou

Hoje a tortura da solidão

Me faz caminhar sem direção

Dor e tormento

Desejos levados pelo vento

Hoje depois de tanto tempo

Ainda lembro

Daquele dia tão tristonho em que me deixou

Um sonho que se acabou

Já não te sinto em meu abraço

Não sei o que eu faço .

Hoje me pergunto se o sentimento mudou

Ou se você sequer me amou

Hoje os dias quentes são tão frios

Hoje somos desiguais

Você nem aí

E eu chorando pelo fim.

Não sei o que fazer com tanta dor.

Será que isso é mesmo amor????

5 comentários:

Philipe disse...

Retribuindo seu comentario

Muito obrigado pelas palavras sobre meu blog o seu tbm esta otimo

Mts parabens


Clw bom feriado



Meu Blog : Blog Do Philipe

Fábio C. Martins disse...

PERFEITO! Também estou em um momento assim, só muda o personagem principal, de mulher pra homem, mas o sentimento é o mesmo.

Beijos e parabéns pelo texto!
Adorei a parte final...
"Você nem aí / E eu choro pelo fim."

Perfeito!

Mariana disse...

Triste.. mas mto bonito!!!

parabensS

KA disse...

Yeda,
Obrigado pela visita, embora aquele espaço não se compara a seu blog, sempre muito bonito, interessante e com ótimo conteudo.
Li seus artigos e compreendo sua tristeza, porém devemos sempre lembrar que a vida é mudança, superação: quando menos esperamos, temos que resistir, dar a volta por cima e se superar. É difícil, mas devemos ter a ousadia de procurar um pouquinho por dia...
Outra coisa, suas fotos são lindas... até parece que esteve fazendo um "book".
Grande abraço e apareça sempre

Sandro Serikawa Soares disse...

fico show seu blog
hehhe