segunda-feira, 28 de abril de 2008

Saudades


Não sei como definir o que é saudade. Sei que é uma coisa que aperta bem dentro do peito e te faz chorar, te faz sofrer e ao mesmo tempo te faz sorrir por saber que houve em tua vida um tempo bom.
Já vi várias definições para saudade, sei que todas estavam incompletas, sempre faltava algo. Saudade não tem definição.

Saudade da família que se dispersou, dos amigos que o destino levou pra longe, daqueles que se foram eternamente, saudade daquele amor do passado que ainda hoje te arranca suspiros, saudade da infância, das brincadeiras, saudade da adolescência, saudade de tudo que se foi e não volta.

Saudade é a maior prova de que tudo é tão efêmero!!!


??????????????????????????????????????????????????????????? Saudades??De quê??

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Saudades! De você!


.......................................................................................................................................................................................................................................

...................................................................................................................................................................................................................................................................

..........................................................................................................................................................................

....................................................................................................................................................................................................................................................................

.........................................................................................................................................................................


...................................................................................................................................................................

...................................................................................................................................................................

.....................................................................................................................................................................

............................................................................................................................................................................

Saudades me faz sofrer

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Sentimentos***

Hoje meus sentimentos resolveram aflorar. Sinto o medo do futuro, ligar-se a saudade do passado,sinto a decepção misturar-se com a esperança de tudo mudar.Mas sei que talvez não mude.E o que hoje é apenas medo se tornará real.
Recuei, desisti não por medo, não por indiferença, recuei na incerteza de não poder mais lutar por uma certeza tão incerta.
O medo misturava-se com a coragem, verdade misturava-se com a mentira, o sonho misturava-se com o real. Já não sabia o que era razão e o que era coração. Havia um labirinto onde razão e coração se encontrava e eu não percebia.
Aí, hoje depois de tanto tempo, vejo presença na sua ausência, verdade em tuas mentiras, certeza em tuas incertezas.E descubro que apesar das esperanças talvez nada mude...

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Solidão











À noite olhando para a rua deserta
Eu pude constatar que tudo havia se tornado tão diferente
Fechei meus olhos e busquei em minha mente
Lembranças passadas, lembranças felizes
Me senti tão só...
Olhei para as estrelas e as comparei com meus amigos
Que partiram...
Já não estão mais aqui para me ouvir
O destino os levou pra longe...
E a amizade a cada dia se torna mais distante
Olhei pra lua e lembrei do meu amor passado
Eu que cheguei a pensar que seria eterno
Olhando para a imensidão do céu
Percebo o quanto ele foi pequeno, foi efêmero
Agora tudo mudou...
E mudou tão rápido...
Nem percebi
Quando o fogo da paixão se transformou em água fria
Quando o dia-a-dia acabou com a poesia
Quando a tristeza ocupou o lugar da alegria

Hoje olhando para o céu, para a lua, para as estrelas e para mim
Percebo que compliquei o que era fácil
E que tudo hoje é passado
Foi tão rápida essa mudança
Pra ser mais preciso,
Menos de um ano
Aconteceram tantos desenganos
Preciso urgentemente traçar outros planos
Pra tentar ser feliz
Aceitar as despedidas

Encarar sem medos a vida...


domingo, 13 de abril de 2008

Amor real


Passamos nossa infância ouvindo histórias de conto de fadas em que a princesa beija o sapo e ele vira príncipe, este salva a princesa das adversidades e vão ser felizes para sempre. Assim, passamos a acreditar na existência de príncipes. Pura ilusão!
Repare como são os homens da ficção ( novelas, livros, filmes) extremamente românticos, delicados, apaixonados, mandam flores, se declaram a todo instante, são na maioria das vezes extremamente fiéis, geralmente as traições, são na verdade armações de rivais que morrem de inveja da felicidade do casal. ( O rapaz é inocente)
Na vida real, você está namorando. No entanto, seu namorado não te manda flores, não é sapo que virou príncipe está mais para o principe que virou sapo.

Aquele garoto que no inicio até que se assemelhava ao modelo de homem ideal, foi ficando cada vez mais distante o fogo da paixão de repente se transformou em água fria, o dia-a-dia foi aos poucos acabando a poesia.Provavelmente, apareceu outra inocente na vida dele e aí ele vai fazer o papel de príncipe em outro coração, porque essa história já não cola mais com você.

Seria tão mais fácil se a gente esquecesse o falso principe e seguisse a vida sem lamentações. Sofremos tanto até esquecer, continuaremos iludindo nosso coração de que a nossa história é linda portanto, tem que ter um final feliz.


Já pensou em como seria interessante a história após o "happy end"Talvez a gente percebesse que a história retratada nas obras de ficção só é perfeita porque só mostram o lado bom.Fico aqui pensando quantas adversidades deve acontecer depois do final feliz..

Talvez nossa história de amor seja bonita e o seu fim seja um novo começo.Talvez num recomeço a gente faz o famoso "happy end"

Ah, antes que dizem que sou uma mulher mal-amada, acredito que homens reais também amam. Entretanto, não são como nos fictícios. E já que a vida é real que seja real o nosso amado, para que possamos temporariamente ou quiça, eternamente ser amadas de forma real.


Já disse muito bem Vinícius de Moraes "Que seja eterno enquanto dure".

terça-feira, 8 de abril de 2008

Nossa história...

( A pedidos de uma colega)
Nossa história
Ainda está na memória?
Nossas diferenças
Estão além de nossas crenças
Somos tão desiguais
Sonhos irreais
Nosso segredo
Nosso medo
Te ter não posso
Te esquecer não consigo
Te amar não devo
Nossa história, um enigma que não sei decifrar
Uma triste realidade que insiste em me fazer sonhar
Um grande sonho que insiste em me fazer acordar

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Coração


O coração é muito bobo, se ilude com tudo. Se ilude com amores passageiros, ver como eterno o que é efêmero.Ver o que nunca existiu. Escuta o que não foi dito. Sente o inperceptível.
O coração bobo ilude, se desilude, ilude novamente. Acredita que porque ele tem o número do seu telefone vai te ligar. Só porque um dia se gostaram ele ainda vai te procurar.E tudo continua igual. Tão estático!
Um belo dia você descobre que o coração sempre dar um jeito de criar uma ilusão, é como se a ilusão fosse uma grande amiga do coração.
Sempre uma coisa ligada a outra. Sempre procurando encontrar respostas para o indecifrável. Sempre a espera do que não vem. Sempre querendo mesmo que se iludindo amar alguém.