sexta-feira, 14 de março de 2008

14 de março: Dia da poesia

Todos os dias é dia de poesia, há sempre alguém evocando , sentimentos, traçando sobre o papel palavras que tocará no coração de muitos que lêem.




Concordo com Fernando Pessoa quando diz que “o poeta é um fingidor, finge tão completamente, chega a fingir que é dor a dor que deveras sente” E creio também que disfarça a dor que de fato, sente. Resumindo o poeta é um bom ator e de qualquer forma é um grande “sonhador”.
O poeta é interpretado por muitos como um louco que trava um diálogo entre “surdos”, traçam sobre o papel palavras que não fazem sentido.
Mas, o poeta é um verdadeiro sábio que numa noite fria sem brilho e sem luz escreve numa página vazia aquilo que centenas de pessoas sentem. Ele converte em poesia toda uma vida de melancolia, mostra com outras tonalidades uma vida cinzenta.
Será que pra ser um grande poeta é preciso sofrer? Será que o poeta mesmo feliz não consegue entender o sofrimento alheio? O poeta é por natureza sentimentalista, tão sentimental que mente até o que não sente.E não sente que mente.
Tenho tentado escrever minhas poesias para tentar desabafar meus sentimentos, extravasar minhas angústias, libertar a voz que me sufoca, desfazer os nós na garganta. Às vezes me pergunto pra quê se depois volto a sofrer? Será que é pra depois sentir novamente desejo de escrever?
Numa página vazia transformo sentimentos em palavras. Falo também no silêncio, vejo numa cegueira iluminada e ouço a surda inspiração.
Sou muito tímida, mas quando escrevo uma explosão de pensamentos me consome, me liberto de uma prisão de que nem eu sabia ser prisioneira, conheço palavras que não pensei existir.
Às vezes me perco nas palavras, mas depois me descubro, me encontro para de novo me perder. E esse creio eu é o mistério de quem se dispõe a escrever.


Parabéns poeta! Que a inspiração, a sabedoria, estejam presentes nos 365/366 dias do ano.

7 comentários:

RAMOSFOREST.ENVIRONMENT disse...

Viva o dia da Poesia.
Eu também escrevi sobre o tema.
Visite meu blog.
Abraços

Alfredo-sama disse...

muy bueno

† Braut Von Teufel † disse...

oii Yeda..td bem?
claro que pode me linkar, fique a vontade!

olha, esses 2 banners eu ganhei, rs...mas eu acho que eh so vc criar uma imagem no photoshop, ou qlqr outro programa que de pra criar imagens, e depois criar uma caixinha de link me ( minha grande duvida tbm, aquela eu ganhei, e preciso de outra..rs) , mas eu vou procurar saber e qlqr coisa te aviso! e assim q criar um banner, me avisa que eu qro te linkar com certeza! seus textos sao otimos!

Flavitcho disse...

Eita. Também postei sobre o dia da poesia. =]

Se interessar...
http://divagandoeaprendendoounao.blogspot.com/

=D

Dih da Pâhzinha... disse...

Amo escrever e amo ler poemas, hj é um dia especial! Parabéns pra quem nasceu com o dom de escrever!!!

Abraço

http://dihdusbeko.blogspot.com/

Tyaguim disse...

o/
Porque não nos 366?!(rs)
Abraços

Octávio Ribeiro disse...

uau!!
amei esse post.
E as vezes me sinto assim tambem, apenas como um bom ator. Me confundo muito das vezes se é dor ou amor o que sinto. Ou os dois. E o mundo da poesia é mesmo isso, louco e confuso.

http://planetadainsanidade.blogspot.com/
espero sua visita ^^